MOROSIL 500MG 60 CAP

Morosil é um extrato seco obtido a partir do suco de laranjas vermelhas Moro. • Atua na redução da gordura abdominal • Contribui para a redução da Esteatose Hepática • Auxilia na redução significativa dos níveis de triglicerídeos e colesterol total. • Contribui para uma redução acentuada no tamanho dos adipócitos.
R$ 159,00

Morosil®

   

Composição

Morosil                500mg

Excipiente           q.s.p 1 cápsula
 

 

Posologia

Tomar 1 cápsula ao dia.

                                                                                                     

                                                                                                         A célula adipocitária armazena energia e acumula gordura (triacilglicerol) durante excesso nutricional. É bem conhecido que a disfunção do metabolismo dos adipócitos desempenha um papel importante no desenvolvimento da obesidade e resistência à insulina. O adipócito sintetiza e segrega moléculas biologicamente ativas denominadas adipocitocinas - a adiponectina é uma das mais importantes, é específica e altamente expressa nos adipócitos. Ao contrário da maioria das proteínas secretadas pelo tecido adiposo, a adiponectina é secretada inversamente ao tamanho do adipócito, ou seja, ao conteúdo de lipídio nele presente.

                                                                                                    Adipócitos com baixo conteúdo de lipídio secretam hormônios insulina-sensível como a adiponectina, leptina e outros peptídeos, já os adipócitos com alto conteúdo de lipídeo induzidos por dietas gordurosas causam diminuição da produção de hormônios insulina-sensíveis, resultando na resistência à insulina. Desta forma, as concentrações séricas de adiponectina são menores em indivíduos obesos, uma vez que se correlacionam negativamente com a porcentagem de gordura corpórea, além de fatores de risco cardiovascular, como pressão arterial, colesterol total, LDL-colesterol, triglicérides e ácido úrico.

                                                                                                     É a ação antioxidante da antocianina que contribui para a regulação das disfunções dos adipócitos. Pensando em todos os seus benefícios, a Galena apresenta mais um importante aliado no gerenciamento do peso, o Morosil®. Um extrato seco obtido a partir do suco das Laranjas Vermelhas Moro - cultivadas no mediterrâneo, exclusivamente na área em torno do vulcão Etna, na Sicília (Itália) – que é a principal fonte dos pigmentos de antocianina em especial cyanidin-3-glucoside (C3G), um excelente antioxidante, que geralmente não são encontrados em outras frutas cítricas, além de conter elevada concentração de vitamina C, flavonóides e ácidos hidroxicinâmicos.

 

 

• Extrato do suco das laranjas vermelhas Moro, ativo natural, cultivadas em torno do vulcão Etna na Sicília, Itália

• Potente sinergismo entre os componentes antocianinas, flavonoides, ácido ascórbico e ácidos hidroxicinâmicos na ação antioxidante

• Contém a antocianina especifica C3G, uma importante aliada na redução de medidas e no gerenciamento do peso

• Além da ação no auxílio da redução de medidas possui excelente ação antioxidante Cianidina-3-glicosídica Ácido ferúlico Hesperidina Sinefrina Ácido ascórbico

• Contribui na inibição da expressão de PPARγ, estimulando a síntese de adiponectina FÍGADO ADIPÓCITOS

• Auxilia na modificação do metabolismo dos adipócitos

• Favorece a redução da gordura abdominal de 25 a 50 %

• Contribui para a redução da Esteatose Hepática

• Favorece o aumento da sensibilidade à insulina

• Auxilia na redução significativa dos níveis de triglicerídeos e colesterol total

• O mecanismo sinérgico dos polifenóis totais do extrato da Laranja Vermelha Moro, auxilia no gerenciamento do peso e a redução dos triglicerídeos e do colesterol total pela diminuição de enzima fundamental na síntese do colesterol, levando a uma redução do colesterol tecidual.

MOROSIL na Esteatose Hepática

Morosil no fígado, contribui para diminuir a atividade de genes envolvidos com a síntese de triacilglicerídeos, reduzindo de forma significativa a lipogênese (formação de gordura), além de aumentar a oxidação de gorduras.

Os estudos relacionados à laranja vermelha Moro são promissores no cuidado e prevenção da Esteatose Hepática. Devido à potente ação antioxidante e o sinergismo dos componentes únicos, Morosil® possui uma ampla gama de benefícios, proporcionando melhora significativa do acúmulo de gordura no fígado e redução nos níveis sanguíneos de triacilgliceróis.

EFICÁCIA DO MOROSIL®

Redução da gordura abdominal

Um estudo recente publicado na conceituada revista International Journal of Obesity mostrou que o extrato da Laranja Vermelha Moro - obtido do suco enriquecido - diminui o ganho de peso e o acúmulo de gordura induzida em animais alimentados com dieta hiperlipídica.

O estudo comprovou que o extrato da laranja Moro auxilia na redução da gordura abdominal. O exame histológico do tecido adiposo demonstra também uma redução acentuada no tamanho dos adipócitos, devido à diminuição da capacidade de acumular gordura.

Referências bibliográficas:

Literatura do fornecedor – Bionap (Itália) - 1. Titta L, et al.., Blood Orange juice inhabits fat accumulation in mice. Int J Obesity 34(3):578-588 (2009). 2. Tsuda T, et al., Microarray profiling of gene expression in human adipocytes in response to anthocyanins. Biochem Pharmacol 71:11841197(2006). 3. Tsuda T., Regulation of adipocyte function by anthocyanins; possibility of Preventing the Metabolic Syndrome. J Agric Food Chem 56:642-646 (2008). 4. Tsuda T et al., Anthocyanin enhances adipocytokine secretion and adipocyte-specific gene expression in isolated rat adipocytes. Biochem Biophys Res Commun 316(1):149-157 (2004).5. Guo H, et al., Cyanidin 3-glucoside protects 3T3-L1 adipocytes against H2O2 – or TNF-α-induced insulin resistanc by inhibiting c-Jun NH2-terminal Kinase activation. Biochem Pharmacol 75:1393-1401 (2008).<br>

 

 "Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o! "